Implementação

A implementação de um processo de conformidade com o RGPD passa inicialmente por elaborar um mapa de registos de atividades de

tratamento, sendo que, cada responsável pelo tratamento e o seu representante deve conservar esse registo. Esse mapeamento ajudará as

organizações a ter um maior conhecimento dos seus processos e dos dados pessoais que são tratados.

 

Será necessário:

 

- Identificar os dados pessoais tratados;

- Localizar dos mesmos dados;

- Implementar medidas de segurança previstas e implementá-las;

- Identificar e atualizar o ciclo de vida de dados, as suas interdependências e respetivos acessos;

- Asegurar legitimidade de tratamento a que o RGPD obriga, bem como, a minimização na sua recolha.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Neste processo será necessário estruturar e adaptar perante o RGPD um conjunto de políticas, normas, métodos e procedimentos, destinados a

permitir à administração de topo e aos executivos da organização e com isto: planear, direcionar e o controlar toda a estrutura de Privacidade,

Proteção de Dados e Segurança da Informação dentro da organização.

 

A implementação destes procedimentos de controlo torna-se importante de modo a assegurar a reputação e o posicionamento da organização

no mercado e perante os seus stakeholders.